E.M. Cecília Brandão – Jaboatão dos Guararapes/PE

Título:  Pluviômetro Comunitário como instrumento para redução de risco de desastres – RRD.
Objetivos:  Reconhecer o que é pluviometria; entender o volume de Chuva, como é feito o cálculo; conhecer como é medida a chuva no Pluviômetro; compreender em que a chuva e seu volume no espaço de tempo provoca deslizamentos ou inundações.
Público envolvido:  25 Estudantes do Ensino Fundamental, turma: 3º ano.
Atividades realizadas:  Conteúdos: A chuva e como ela é medida; O que é pluviômetro? Para que serve? ; A chuva é medida em mm e metro quadrado; Quanto tempo durou a chuva no metro quadrado?; Como a chuva interfere no tipo do solo?
Exposição interativa
Introdução: Em uma roda de conversa com os estudantes, foram colocados os diversos conceitos de pluviômetro e sua utilização como prática de redução de risco de desastres. Fizemos uma exploração do tema com debate sobre a importância da compreensão da utilidade do pluviômetro como instrumento de prevenção. Em seguida ao debate propomos atividade de confecção de um pluviômetro em garrafa pet, onde os estudantes tiveram a oportunidade de construir o equipamento com materiais recicláveis e utensílios do nosso cotidiano.
Metodologia:

Aula 1:Vídeo de estimulo para introdução ao tema. (https://www.youtube.com/watch?v=LKAu2VJgr6U -Abuela Grillo) .Reflexão sobre o processo de ocupação, exploração capitalista, consumo, escassez de recursos hídricos. Pergunta aos estudantes o que é pluviômetro? Quem já viu um pluviômetro? Para que serve? Explicação e estímulo sobre o que é o pluviômetro e para que serve? Como Funciona o pluviômetro quando chove? (https://www.youtube.com/watch?v=24QY4ULkcaI – JC Explica milímetros de chuva). 

Aula 2 – Apresentação de vídeo, e debate sobre a utilidade do pluviômetro no monitoramento de riscos de enchentes e deslizamentos. (https://www.youtube.com/watch?v=K9i3JyXocgI – Vídeo educativo sobre deslizamentos de terra – Poli / UFRJ).

Aula 3: Apresentação de vídeo, demonstrando o quanto o pluviômetro é importante para contribuir com o monitoramento de enchentes, deslizamentos, agricultura, para o plantio. (https://www.youtube.com/watch?v=mnhJmOdoFEI -Prevenção em Ação – Deslizamentos).

Aula 4: Construir o pluviômetro comunitário com garrafa pet. Como se mede a chuva? O que a medida registrada no pluviômetro significa na realidade?

Aula 5: Apresentação dos pluviômetros confeccionados pelos estudantes e exposição destacando dicas de prevenção. Utilizamos nessa oficina: Data show, computador, garrafa pet, fita adesiva, régua, pedrinhas ou bolinhas, anilina, tesoura e estilete. Os estudantes fizeram a exposição dos seus trabalhos na instituição. Ressaltamos a importância da escola associar a temática às disciplinas e habilidades exigidas no currículo do ensino Fundamental, contextualizando a aprendizagem.
Avaliação processual e contínua: Verificar diariamente como os estudantes estão coletando os mm de chuva no território; Identificar as dificuldades expressas por cada um para a realização da atividade.

REFERÊNCIAS:

ADAS, M. Expedições geográficas/ Melhem Adas, Sergio Adas. – 2. Ed. – São Paulo: Moderna, 2015.
Cemaden Educação. Disponível em http://educacao.cemaden.gov.br/2019/

FREITAS. Eduardo de, Tipos de Solo do Brasil, Brasil Escola: Disponível em: http://www.brasilescola.com/brasil/tipos-solo-brasil.htm.

Resultados:  Exposição das atividades produzidas pelos estudantes em um painel com exposição de fotos das etapas realizadas. Os estudantes levaram o pluviômetro para casa visando o monitoramento das chuvas e a sua relação com os deslizamentos. Apresentação dos pluviômetros produzidos e orientações sobre prevenção de riscos de deslizamentos. Observação sobre como os estudantes realizaram a exposição e compreensão sobre o tema.
Outras informações:  Parcerias do projeto: Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, Secretaria Municipal de Infraestrutura e Ordem Pública, Secretaria Executiva de Serviços Urbanos e Defesa Civil, Secretaria Municipal de Educação e Grupo de Engenharia Geotécnica de Desastres e Planícies- GEGEP/UFPE; A intenção é que o projeto se perpetue no âmbito da escola e seja tratado de forma transversal aos conteúdos programáticos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 3 =