Módulo: Percepção de risco

Tags: risco, desastre natural, prevenção, educação, desastre socioambiental

Este é um convite para as escolas se engajarem na Redução de Riscos de Desastres (RRD), uma temática emergente, e também emergencial, voltada para a melhoria da qualidade de vida das nossas comunidades. É vital o envolvimento da educação para a compreensão, inovação e adaptação à complexa dinâmica das mudanças climáticas.

A Campanha #AprenderParaPrevenir - 2018 é promovida em lembrança ao Dia Internacional da Redução de Desastres Naturais/ Organização das Nações Unidas (ONU) - 13 de outubro. Esta 3ª edição da Campanha abre espaço para que escolas, Defesas Civis e universidades de todo o país divulguem seus projetos educativos em/com escolas.

A maioria dos desastres registrados nas cidades brasileiras estão relacionados com a falta ou o excesso de água, como seca, enxurradas, inundações e os deslizamentos. Muita água pode causar inundação, alagamento, enchente, ressaca e deslizamento de terra. Sem chuva, tudo seca e as florestas podem queimar. Desastres como esses afetam milhões de brasileiros. Só para você ter um ideia, só em 2017, quase 1.300 municípios ou seja, 25% do Brasil, foram atingidas por excesso ou falta de chuva.

Água [D+ ou D-] = Desastre 

(consulte no guia 'Conceitos básicos').

 

3.1. Objetivo geral 

Promover a mobilização para intervenções, espaços de diálogo e construção de conhecimentos sobre Redução de Riscos de Desastres no âmbito das comunidades escolares.

3.2. Objetivos específicos

  1. incentivar o desenvolvimento de projetos educativos voltados à prevenção de riscos de desastres socioambientais relacionados com a água (excesso ou escassez);

  2. mapear os projetos educativos realizados no Brasil sobre o tema prevenção de risco de desastres socioambientais, promovendo um espaço de divulgação para eles;

  3. aproximar as escolas, as Defesas Civis e as universidades.

 

  • Escolas de Ensino Básico: Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II, Ensino Médio, públicas, particulares e comunitárias.

  • Defesas Civis: municipais, estaduais, Núcleo de Proteção e Defesa Civil Comunitário (NUPDEC) e Núcleo Comunitário de Defesa Civil (NUDEC). Serão consideradas apenas as atividades educacionais desenvolvidas pelas Defesas Civis com as escolas ou instituições com fins educacionais.

  • Universidades: públicas, particulares e comunitárias. Nesta edição serão aceitos apenas os Projetos de Extensão (consulte no quadro de conceitos básicos) desenvolvidos com escolas ou instituições com fins educacionais.

A participação na campanha se dá por adesão voluntária.

As escolas, Defesas Civis e universidades poderão cadastrar apenas 01 (um) relato de projeto educativo em andamento. Nesta edição não serão aceitos projetos novos.

O cadastro é exclusivamente pelo site do Cemaden Educação - http://educacao.cemaden.gov.br/restricted/secure/index.xhtml

A inscrição é realizada em 3 etapas (veja o passo a passo):

  1. Cadastro da instituição no site;

  2. Descrição do relato do projeto educativo em andamento com este conteúdo mínimo: título; objetivos; perfil e quantidade do público envolvido; atividades realizadas dentro e fora da escola; principais resultados. Parcerias e planos de continuidade em 2019 também são bem vindos. (veja modelo).

  3. Inserção de até 3 fotos de até 100 MB (jpeg, jpg, png, gif) e/ou um vídeo de até 3 minutos (mp4, mp3, wma, flv, avi).

Serão consideradas cadastradas na Campanha somente as instituições que disponibilizarem todas as informações solicitadas e dentro do prazo.

Um certificado digital será enviado a partir de novembro para as escolas, Defesas Civis e universidades cadastradas com todas as informações solicitadas.

Serão doados 12 (doze) pluviômetros semiautomáticos do CEMADEN e 12 (doze) kits educativos sobre Redução de Riscos de Desastres. As escolas, Defesas Civis e universidades serão selecionadas por meio de sorteio e por mérito.

A distribuição dos prêmios será realizada da seguinte forma:

Não encontrado.