Defesa Civil – EEF Professora Augusta Knorring – Brusque/SC

Título:  Educar para Prevenir.

Objetivos: Objetivo Geral do projeto: Formar e capacitar às crianças de Brusque, tornando-as multiplicadores das ações de Defesa Civil no âmbito da prevenção de eventos adversos, tornando-as adultos mais responsáveis com o meio ambiente. Objetivo(s) específico(s) do projeto: • Criar uma cultura de prevenção de riscos, nas crianças e suas famílias com relação aos eventos socioambientais; • Divulgar as Ações da Defesa Civil no município de Brusque; • Ampliar o acesso a novos conhecimentos as crianças de nosso município; • Realizar trabalhos com material reciclado as crianças de Brusque;

Público envolvido: O Projeto atende crianças que estão no 4º ano do ensino fundamental que tem idade entre 9 (nove) e 10 (dez) anos em 23 (vinte e seis) escolas municipais que segundo os dados da Defesa Civil estão entre as regiões mais atingidas por Eventos socioambientais. Total de crianças envolvida no projeto são de aproximadamente 846 alunos.

Atividades realizadas: Primeiro encontro: Apresentação dos Representantes da Defesa Civil; Aplicação do Questionário Apresentação das crianças – dinâmica da palma – Objetivo: Estimular o Trabalho em Equipe. Reunir as crianças em um círculo e fazer com que elas memorizem o nome das crianças que estão respectivamente à sua direita e à sua esquerda; Após este processo pediremos para que as crianças andem pelo espaço da sala durante 30 segundos; Quando as crianças pararem pediremos para que elas deem a mão direita para quem estava do seu lado direito e a mão esquerda para quem estava no seu lado esquerdo fazendo com que elas fiquem entrelaçadas; O objetivo é fazer com que as crianças voltem à formação original do círculo. Apresentação de slides da Defesa Civil – o que é a Defesa Civil; o que faz a Defesa Civil; Quando atua na normalidade e anormalidade; Fases de Atuação; colocar uns vídeos e fotos no meio do slide; o significado do símbolo da Defesa Civil; Entregar as orientações do Pluviômetro – para as crianças trazerem as garrafas no próximo encontro. Tocar a música da Defesa Civil junto com as crianças; Segundo encontro: Assunto: Eventos que ocorrem em Brusque; Descrever os eventos: enchente, enxurrada, deslizamento, granizo e vendaval; Perguntar às crianças como elas imaginam que seja o som de cada evento; Colocar o mapa de risco da cidade; O que fazer em cada evento; O que a Defesa vai fazer em cada evento; Apresentar uma atividade para as crianças levarem para casa como tarefa; Tocar a música da Defesa Civil junto com as crianças; Terceiro encontro: Apresentação slides Percepção de risco – Gravuras de ilusão de ótica Situação de risco; conceitos de risco e vulnerabilidade; o que prejudica na hora do evento e o que pode ser feito melhor; Pluviômetro – Passar vídeo e realizar orientações e entregar a tabelinha + instruções para controle mensal da chuva. – vamos fazer retorno. Dinâmica da mimica- Separar a turma em grupos (conforme o numero de alunos) pedir para o grupo escolher um representante, para ver a carta com a imagem, o aluno deverá realizar mimica conforme o evento adverso que estiver na carta. Cada grupo que acertar ganhará um ponto, no final será perguntado quem ganhou a brincadeira e eles apontaram o grupo ganhador. Moral da atividade: Você ira calcular o vencedor e fara um suspense, os crianças ficarão ansiosas então revelará que todos foram vencedores, pois todos ganharão Conhecimento. Tocar a música da Defesa Civil junto com as crianças; Quarto encontro: Exercício Simulação de Evacuação por Incêndio • Solicitar cones para a SETRAM; • Definir a rota de fuga já mapeada pela Defesa Civil de Brusque mediante ao projeto arquitetônico de cada escola e o ponto de encontro – imprimir quatro (4) plantas e anexar às paredes das escolas em locais visíveis. • Passar o questionário do primeiro encontro e comparar as respostas; • Utilizar o sinal da escola como alarme durante a evacuação – decidir com o diretor da escola; • Reunir as crianças, professores e funcionários para receberem as orientações; • Orientar as crianças a não correr, não voltar, não dispersar, não levar material junto, andar sempre em fila e ao lado direito, fechar portas e janelas, manter a calma e prestar muita atenção nas instruções; (parceria com o Bombeiro). As filas serão feitas a partir da própria organização da sala e da escola; • Fazer a evacuação. • Ir para o ponto de encontro definido; • Aplicar a avaliação de simulação. O tempo considerado ideal para a evacuação é de aproximadamente 01 (um) minuto; Após a evacuação e liberação dos bombeiros, todos voltam para a sala e encerra a atividade.

Resultados: O projeto desenvolverá nas crianças um espírito de coletividade, além de noções básicas de riscos e vulnerabilidades. Esses conhecimentos perpassarão a escola e envolverão as comunidades através das famílias das crianças envolvidas. Atuaremos nas comunidades como um todo, e construiremos uma nova cultura, a de prevenir e não somente de resposta aos eventos, como hoje está colocado perante a sociedade. Ainda, mesmo sendo uma reedição do projeto Defesa Civil na Escola atingiremos um número considerável de crianças na próxima edição.

Outras informações: Temos como parceria nesse projeto o Corpo de Bombeiros Militar de Brusque, Guarda Municipal de Trânsito de Brusque e Secretaria de Educação De Brusque no 4 encontro para executar Exercício Simulado de Evacuação por Incêndio.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × cinco =